• Inna Moraes

Passo a passo para você analisar seu logo atual

Sua empresa já possui um logotipo ou você acabou de receber o projeto e está com dúvidas se ele é bom o suficiente?


Saber analizar a marca que representa a sua empresa é essencial para identificar se é o momento de mudar alguma coisa, mas o primeiro alerta já está ai: a dúvida. Ela geralmente surge quando você sente que alguma coisa deveria ser diferente, e apesar disso poder ser normal, é preciso analisar de onde está vindo este sentimento para não resultar em problemas para a sua empresa no longo prazo.


Como premissa base, o logo da sua empresa precisa ser uma tradução de quem você é.

Mesmo que o objetivo dele seja gerar identificação entre o cliente e sua empresa, esta identificação pessoal diz muito sobre os valores estruturais da sua empresa, afinal, ela nasceu dos seus sonhos e talentos.


Mas além desta identificação pessoal, existem outros aspectos que indicam se a sua marca realmente está boa ou não. Por isso, neste post vou te ajudar a fazer um checklist nestes aspectos técnicos que vão te ajudar a entender se seu logo é o ideal ou precisa de mudanças.



O que é um logo?


O logo é a forma visual que a sua marca é apresentada, facilitando a identificação e diferenciação da sua empresa na mente do seu público. Também conhecida como marca, logotipo ou até logomarca, seu logo pode ser composto por texto e símbolo gráfico ou apenas o texto.

Logo da psicóloga Karynne Bayer aplicado em cartão de visita.

Uma marca forte é desenvolvida para ser uma tradução do posicionamento e missão da empresa, pois desta forma, ela é muito mais do que uma imagem bonita no seu cartão de visita. Um logo estratégico comunica seu diferencial, valoriza e destaca o que sua empresa tem de único perante a concorrência.



Como saber se meu logo é estratégico?


Você precisa começar tendo clareza do que move a sua empresa. Quais são os valores que guiam as atitudes da sua marca e o porquê dela existir. Este sempre será o melhor ponto de partida para você analisar a marca da sua empresa.


Muitos profissionais depositam no empreendedor a responsabilidade de dizer com todas as letras quais seriam estes direcionamentos que citei acima, mas eu sei, são coisas tão profundas e "existenciais" que você pode estar se sentindo totalmente confuso na hora de definir estes parâmetros e isso pode dificultar muito a criação do seu logo.


Aqui na Marca da Conexão, antes de iniciar qualquer projeto de identidade visual, é realizado uma Consultoria de Posicionamento, onde iremos desbravar e descobrir na sua história o que realmente te motivou a criar sua marca. Desta forma, entendemos juntos quais são os pilares principais que sustentam o seu negócio.


A principal pergunta para você se fazer nesta fase é: por que sua empresa faz o que ela faz?

Com esta resposta, você precisa olhar para o seu logo e ver esta resposta estampada nas cores, formas e estilo de texto. Sim, eu sei, não é tão simples assim traduzir estas coisas em significado, portanto a minha dica é: tome um tempo para pesquisar o significado destas cores, formas e estilos de textos usados para você ganhar mais repertório para analisar este impacto.


Na nossa entrega de projetos de marca, sempre destrinchamos a "história" contada por trás de cada detalhe, o que ajuda muito você a entender se aqueles elementos realmente se conectam com o que você gostaria de expressar ou não. Veja aqui alguns exemplos práticos!


Logo do Coworking Space Sorocaba aplicado em uma squeeze.

Dificuldade de aplicar seu logo nos materiais


Outro problema comum que nos deixa incomodados com a nossa marca é a dificuldade de aplicação nos materiais do dia a dia. Isso pode ocorrer em marcas que usaram linhas muito finas ou cores muito claras por exemplo, isso se chama baixo contraste.


O contraste é a diferença do fundo com a imagem sobreposta. Se este contraste é baixo, dificulta a leitura e aplicação em superfícies pequenas, só sendo possível o uso do logo muito grande nos materiais.


Outro aspecto interessante para a aplicação é a dinâmica do logo. Apesar de não ser um item obrigatório, poder aplicá-lo na versão vertical, horizontal ou somente o símbolo pode facilitar o uso nos materiais onde você pode escolher a versão que mais se encaixa na necessidade.

Materiais criados com o logo da veterinária de felinos Ananda Spadaro.

Nos meus projetos, além de pensar nestas questões técnicas, é entregue um Manual de Uso da Marca, tutoriais de aplicativos que você usa, de acordo com a necessidade, e um Workshop de Canva na finalização do projeto, tudo para te ajudar neste momento de transição onde você vai estar aprendendo a usar seu logo nos materiais da sua empresa.



É preciso ir além do logo


Eu sei que você está aqui para analisar o logo da sua empresa, mas você sabia que ele sozinho não é o suficiente? Neste post aqui eu explico mais detalhadamente o que é uma identidade visual e o impacto nos seus resultados, mas resumindo: você precisa criar o mundo da sua marca.


Ter elementos gráficos, paleta de cores que dão apoio aos materiais e tipografias escolhidas para a sua empresa são essenciais para que você consiga ter consistência em todos os pontos de contato com a sua marca, ou seja, toda vez que o seu cliente ter acesso a algum material da sua empresa ele vai sentir a personalidade da sua marca em cada detalhe.


Para o Lugar de Mulher.CEO, foi criado os grafismos e paleta de cores para usar com a marca que ela já tinha.

O objetivo da identidade visual não é padronizar a ponto de ficar tudo igual e sim te dar o suporte necessário para você não depender única e exclusivamente do logo para comunicar algo que tenha personalidade e características visuais da sua empresa.



Concluindo


Ter um logo que te represente profundamente e facilite o seu uso no dia a dia é essencial para fortalecer o impacto que sua empresa causa no seu cliente ideal, e para analisar se ela já está boa o suficiente ou não é preciso:

  1. Saber exatamente o que ela precisa comunicar;

  2. Ter contraste necessário para diversos usos;

  3. Ser dinâmica para ser aplicada em situações diferentes;

  4. Saber a usufruir das suas possibilidades de uso;

  5. Ter grafismos, cores e tipografia de apoio para criar a atmosfera de marca, transmitindo a personalidade da empresa sem a necessidade do uso exclusivo do logo.

Com estes pontos alinhados, sua marca está pronta para se conectar com o seu cliente ideal!


Ah, se você identificou que precisa melhorar algum aspecto da sua marca, vem bater um papo comigo sobre isso, vou amar transformar seu logo em uma Marca da Conexão.

Entre em CONTATO!
  • Instagram - Perpettua
  • LinkedIn - Inna Moraes

Nome *

Email *

Assunto

Mensagem